A escolha de um sistema de exibição de vídeo adequado ao projeto aumenta a facilidade de operação e determina os recursos disponíveis, impactando diretamente no resultado alcançado.

Portanto é recomendável o investimento em um estudo criterioso das características, necessidades e recursos específicos do projeto antes de definir o sistema de exibição.

Na impossibilidade de realizar este estudo diretamente, recomenda-se a contratação de estudo de caso à uma consultoria técnica competente ou mesmo à consultoria do fornecedor de sua confiança. Nesta matéria apresentaremos um guia passo à passo que será útil na condução do estudo visando a definição do seu sistema de exibição.

Especificação do sistema

Quanto melhor especificado for um sistema, maior a chance de sucesso do processo de definição. Uma especificação vaga ou imprecisa pode ser o empecilho para uma boa escolha.

Imagine se você tivesse que “definir um veículo para ser adquirido por uma certa empresa”. Se você não conhece a empresa, a função específica do veículo, a limitação de verba para a aquisição etc.. Quais as reais chances de definir o veículo ideal?

Não seria estranho caso um trator fosse adquirido para realizar as tarefas desempenhadas por uma simples bicicleta.


Portanto, dedique atenção especial na elaboração de uma boa definição de seu sistema, com a ajuda do roteiro abaixo:

1-Definição de utilização do sistema

A- Que tipo de empresa que irá utilizar o sistema?
Estação de TV comercial, Canal de tv a cabo, igreja, universidade etc..
B- Qual será a aplicação objetiva do sistema?
Exibição de breaks comerciais, exibição de matérias em telejornais, exibição de programas de televisão etc…

2- Quais as características e necessidades básicas são exigíveis no projeto?

Aqui devemos elencar as características essenciais exigidas em seu projeto.
São características fundamentais ao funcionamento da operação.
Veja este exemplo:
– Dois canais de saída.
– Resolução HD
– Exibição de arquivos MXF

3- Quais os recursos específicos opcionais são desejáveis?

Diferente das características exigíveis, elenca-se aqui os atributos desejáveis.
A ausência destes recursos não impede o funcionamento do sistema. Muitas vezes são recursos para possíveis necessidades futuras:
– Transmissão de vídeo streaming.
– Gerador de caracteres
– Emissão de relatórios.

4- Qual a verba disponível para a aquisição do sistema?

Última mas não a menos importante questão. Conhecer a limitação orçamentária pode ajudar bastante, pois elimina a priori os sistemas fora do orçamento.

 

Definição dos produtos candidatos:

A indústria produz um grande número de sistemas de exibição de vídeo, dificultando a tarefa de quem irá selecionar um sistema.
Por isto criaremos um filtro visando reduzir a lista de sistemas candidatos formada apenas pelas melhores opções disponíveis.

Os critérios deste filtro podem estar alinhados à cultura da empresa, orçamento disponível e outros fatores relevantes.

Exemplo de adoção de critérios para aplicar no filtro:

– Procedência nacional: É uma característica cada vez mais exigida trazendo vantagens como garantia local, possibilidade de customização, financiamento através do BNDES etc..
-Fabricante tradicional: Traz a vantagem de diminuição de riscos causados por fabricantes que desaparecem do mercado deixando órfãos os compradores de seus produtos.

Inicialmente elencamos a lista de todos os produtos disponíveis no mercado.

Com a aplicação do filtro inicial podemos construir uma tabela como a abaixo:

Com a aplicação do filtro inicial, reduzimos o universo de sistemas candidatos de dezessete para cinco, facilitando bastante nossa tarefa.

Em nosso exemplo através da definição do sistema concluímos:

  • Tipo de empresa: Estação de televisão comercial afiliada à rede nacional.
  • Aplicação objetiva do sistema: Exibição de breaks comerciais.

Finalmente precisamos construir uma tabela cuja primeira coluna é formada pelos recursos exigíveis e desejáveis (opcionais) e as colunas restantes formadas por cada modelo candidato.

Concluída a tabela final podemos verificar como a tarefa da definição do sistema será mais criteriosa e menos sujeita às armadilhas do mercado.

Pronto!
Se você chegou até aqui, com certeza está capacitado a fazer escolhas criteriosas aumentando suas chances de reconhecimento no competitivo mercado de tecnologia.